Brasil

Delcídio cita Aécio e Renan em delação premiada, diz jornal

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), entre outros políticos, foram citados na delação premiada do senador Delcídio Amaral (PT-MS).

Conforme reportagem do jornal “Folha de S.Paulo”, apurada junto a pessoas próximas à investigação, Delcídio teria citado ainda integrantes das cúpulas de PMDB, PSDB e PT.

A imprensa não teve acesso ao contexto do suposto envolvimento desses políticos.

Aécio Neves, presidente do PSDB, já foi citado pelo doleiro Alberto Yousseff e por Carlos Alexandre Rocha, o Ceará, responsável pela entrega do dinheiro. Os procedimentos, no entanto, já foram arquivados. Ainda segundo a Folha, a menção a Renan Calheiros, teria sido lateral. O presidente do Senado é investigado em seis inquéritos sob suposta ligação com desvios da Petrobras.

Outros políticos citados pelo senador petista, já investigados pela Lava Jato são os também senadores Edison Lobão (PMDB-MA), Romero Jucá (PMDB-RR) e Valdir Raupp (PMDB-RO).

A simples menção, no entanto, não indica que esses políticos cometeram crimes ou mesmo que serão investigados. A investigação da Lava Jato deve analisar o conteúdo para, então, decidir se esse justifica o pedido de abertura de inquérito.

A delação de Delcídio está na Procuradoria-Geral da República e aguarda um ajuste solicitado pelo relator da Lava, ministro Teori Zavascki.

Continue lendo no Jornal O TEMPO

Comentários


To Top