Na Mídia

Jô Soares defende José de Abreu e Chico Buarque: “patrimônio do país”

Jô Soares aproveitou alguns minutos do “Programa do Jô” desta quarta (27/4) para dar sua opinião sobre o que aconteceu com o ator José de Abreu em um restaurante de São Paulo e aproveitou para defender Chico Buarque – que se envolveu em episódio parecido no início do ano, no Rio de Janeiro – a quem ele definiu como “patrimônio deste país”.

“Me espanta cada vez mais o ambiente de impaciência que o Brasil está vivendo. Esse episódio que aconteceu com o José de Abreu é constrangedor. Um cidadão não pode sair com sua mulher para jantar que é obrigado a ouvir insultos terríveis”, disse o apresentador.

Ao ser interrompido por Lilian Witte Fibe, que tentou emendar uma fala, Jô cortou a jornalista e disse que gostaria de fazer seu desabafo até o final.

Ainda sobre Chico Buarque, o apresentador afirmou se sentir envergonhado com a reação das pessoas diante das opiniões políticas do cantor. “Ele não pode sair de casa sem ser agredido ou ofendido. O Chico é um patrimônio deste país. Feliz o país que tem um Chico Buarque. Um cara que deveria ser reverenciado, mas ao invés disso sai de casa com os amigos e é agredido de uma forma mesquinha. Desculpa, mas precisava fazer esse desabafo.”, concluiu Jô.

O “Programa do Jô” está em sua última temporada na Rede Globo.

Com informações do Estadão.

Comentários


To Top