Política

Ministro da Saúde diz que brasileiros ‘imaginam’ doenças

O ministro da saúde, Ricardo Barros (PP), afirmou na última sexta-feira (15) que os brasileiros procuram atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS) porque “imaginam” estar doentes, mas não estão.

Segundo o ministro, é “cultura do brasileiro” acreditar que só foi bem atendido quando realiza exames ou recebe prescrição de medicamentos. Esse “hábito” estaria acarretando gastos desnecessários no SUS.

“A maioria das pessoas chega ao posto de saúde ou ao atendimento primário com efeitos psicossomáticos. Por que 50% dos exames laboratoriais não são retirados pelos interessados? Por que 80% dão resultado normal? Porque foram pedidos sem necessidade”, disse o ministro, durante um evento na sede da Associação Médica Brasileira (AMB), em São Paulo, segundo a Exame.

Barros relatou que os médicos devem realizar uma investigação mais criteriosa durante a consulta ao paciente antes de solicitar algum exame. “O médico tem de apalpar o cliente, fazer anamnese, tem de conversar com a pessoa”, afirmou.

“Isso é uma cultura do povo, mas acho que todos nós temos de ajudar a mudar, porque isso não é compatível com os recursos que temos”, afirmou o ministro. E não parou por aí: “Não temos dinheiro para ficar fazendo exames e dando medicamentos que não são necessários só para satisfazer as pessoas, para elas acharem que saíram bem atendidas do postinho de saúde.”Tá vendo? A culpa é sua. O país não tem dinheiro para você ficar saindo feliz do postinho”.

Comentários


To Top