Política

PSDB oficializa a candidatura de João Leite e sela ruptura com Marcio Lacerda

O PSDB oficializou a candidatura do deputado estadual João Leite à Prefeitura de Belo Horizonte, selando o rompimento de uma aliança de oito anos com o atual prefeito Marcio Lacerda (PSB). A convenção tucana na qual o martelo foi batido foi realizada nessa quinta-feira (28).

O atual gestor da capital mineira reclama de uma decisão monocrática por parte dos dirigentes do PSDB sobre a descontinuidade do processo de escolha de um pré-candidato entre ambas legendas, excluindo as indicações do prefeito Marcio Lacerda e determinando a escolha de João Leite.

Ao comentar sobre o assunto, em entrevista coletiva durante a convenção do PSDB, o presidente nacional do partido, senador Aécio Neves, afirmou que a sigla preserva as mesmas alianças estabelecidas ao longo de mais de uma década, entre as gestões dele, do atual senador Antonio Anastasia (PSDB) e do ex-governador Alberto Pinto Coelho (PP).

“Estamos onde sempre estivemos: ao lado de um grupo de companheiros políticos que acredita e aplica a boa gestão pública”, disse. “O mesmo grupo político que iniciou esse trabalho em Minas Gerais continua unido e unido hoje em torno da candidatura do deputado João Leite”, declarou.

Após o desentendimento entre as legendas na esfera municipal, o partido de Lacerda deve oficializar a candidatura do empresário Paulo Brant em convenção do PSB marcada para o próximo domingo (31).

“Apoiamos por duas vezes consecutivas o atual prefeito da cidade, mas ele optou por um outro caminho”, acrescentou o presidente do PSDB, senador Aécio Neves, em entrevista coletiva.

Com a ruptura selada, a gestão lacerdista deve começar a exonerar, nos próximos dias, servidores indicados pelo PSDB os quais ocupam cargos na Prefeitura de Belo Horizonte (PBH).

O Bhaz tentou contato com a PSB mineiro para questionar o posicionamento da sigla sobre os postos ocupados pelo PSDB nas prefeitura, mas as ligações não foram retornadas. Já a assessoria da PBH informou que ainda não há nenhuma orientação entre os servidores sobre o assunto.

Dissidentes

A candidatura do empresário Paulo Brant (PSB) à Prefeitura de Belo Horizonte ainda não foi oficializada mas sofreu um revés nesta semana.

Conforme o Bhaz noticiou, um grupo de cerca de 30 militantes antigos da legenda na capital mineira se tornaram dissidentes e declararam apoio ao PSDB. O principal motivo: o descontentamento sobre a indicação de Paulo Brant.

“Cerca de 90% dos militantes do partido desconhecem o nome indicado por Lacerda”, reclama um dos líderes do grupo Francisco Bispo.

Comentários


To Top