Polícia

Revista de luxo ensina como lidar com crianças que tiveram pais presos na Lava-Jato

Parece matéria do site Sensacionalista, mas não é. Em sua última edição, a revista Poder fez uma matéria explicando qual a melhor maneira de falar com as crianças sobre pais detidos pela Polícia Federal.

Destinada ao público de classe altíssima, a publicação dedicou páginas da última edição para auxiliar pais e familiares em relação às crianças filhas de banqueiros, políticos e empreiteiros. Preocupada com as investigações da Lava Jato, a Poder entrevistou uma psiquiatra para entender melhor como agir nessa situação.

“É importante tentar fazer a criança compreender as informações recebidas, escutá-la com paciência, sem aparentar julgamento, censura ou correção. Isso deve auxiliar na análise do juízo de valor (meu pai foi injustiçado/meu pai foi perseguido/meu pai mereceu porque não agiu corretamente)”, disse a psiquiatra Lee Fu-I.

A entrevista toca em pontos como bullying e também como a condição financeira da criança pode ajudar nessa situação. Sobre esse ponto, Lee Fu-I afirma: “É bom lembrar que, embora a criança rica tenha mais recursos para ser isolada – em Miami, na Suíça, em um colégio interno – a perda é igual para todas. A sensação de ruína [da imagem de herói associada aos pais] é a mesma”.

O site Sensasionalista, cujo o slogan é “um jornal isento de verdade”, decidiu tirar sarro com a publicação que viralizou nas redes sociais por ser considerada inacreditável por muitos.

“No próximo número, a coluna vai revelar os melhores bancos para lavar dinheiro e evitar dissabores à família. Já na edição seguinte, o Sensacionalista explicará como reagir quando o apelido de seu marido na planilha da Odebrecht é ‘Todo Feio’, ‘Decrépito’ ou ‘Boca Mole’. ‘Um bom banho de loja ajuda’, dirá o texto”, brincou o Sensacionalista.

Comentários


To Top